Tag Archive | shadow 600

Calendário Dezembro – Rio Claro – Registro – São Miguel Arcanjo

O Pedro chegou e agora uma nova jornada na vida onde tudo é mais azul, tudo é mais bonito, tudo é alegria…

Mas antes do Pedro chegar eu queria fazer uma motocada para refletir tudo o que ele representa para nossa vida, afinal são anos (19) que separam ele do Guilherme meu filho mais velho, e claro eu quase um pai/avô em um momento todo diferente da vida mas que no final a emoção de ser pai novamente é quase igual.

Sendo assim precisava de um pretexto para colocar a moto na estrada e juntando o útil ao mais que agradável eu, Mugão, Pilão e Coelho seguimos para a festa de aniversário do Buena Vista em Registro SP.

       

Parecia muito fácil, o caminho um velho conhecido, mas quando me dei conta da última vez que havia passado pela Serra do Macaco a SP 79, já se passaram mais de 6 anos acabou que isso  trouxe um outro olhar para a viagem, um tanto melancólica pois na última viagem a Vera estava comigo na garupa, e saudade pois a moto de outrora era a querida Shadow 600, e alegria de estar com a Fatucha forte e linda e acompanhado de grandes amigos.

No meio do caminho uma parada para abastecer o estômago e ter a oportunidade de conhecer a Dona Claudete, a “tia” que cuida de um quiosque de beira de estrada, uma figura ímpar com uma história de vida como a de tantos brasileiros batalhadores esparramados por todos os cantos,  e dela saiu uma pérola: “TPM no meu tempo se curava com cuidar da casa, passar pano de chão, usar ferro com carvão… hoje, as mulheres vão para o shopping…” Imagina… rimos muito com isso.

Segue viagem e depois de 300 e poucos quilômetros chegamos na festa do Buena. Tudo dentro do normal, como toda festa deve ser, com amigos se abraçando todos em uma só vibração de alegria e confraternização, muito bom.

Dia seguinte hora da partida e aqui o nosso super bonde de 4 motos iria se separar pois cada um tinha um compromisso, e assim sendo, eu continuei a viagem agora solo, e com um grande desafio: conhecer o parque nacional Carlos Botelho, uma travessia de mais de 30 km em estrada de chão dentro da reserva.

Antes de chegar na reserva uma estrada de propaganda de carro esportivo, sem ninguém na pista, toda bem asfaltada e com alguns poucos moradores que paravam o que estavam fazendo para ouvir e acompanhar o som da moto. (urra essa foi forte…rs). De repente do nada acaba o asfalto e sem placa de aviso sem nada sobre a reserva, onde até fiquei um pouco preocupado, pois será que era mesmo esse o caminho?

Para minha felicidade era, e após alguns poucos minutos a 30 por hora cheguei no portal do parque. Tudo muito calmo e sem movimento, em todo o trajeto não cruzei com mais de 10 carros e algumas poucas pessoas nos quiosques para pique nique esparramados dentro do parque.

A estrada de chão batido em quase todo o trajeto era úmida devido a mata muito fechada e a temperatura que estava alta caiu coisa de 5 graus, mas com o motorzão da fat sob as pernas foi até bom, pois a moto em baixa rotação onde no máximo conseguia em pequenos trechos engatar a 3° marcha deixava o motor sempre fervendo.

Levei 2 horas para percorrer os pouco mais de 30 km. Hora devido a uma parada para foto, ou admirar o visual, hora para ouvir o som da mata, hora para atravessar uma ponte inundada, ou mesmo admirar as águas cristalinas das inúmeras cachoeiras a beira da estrada.

Ao retornar ao asfalto retorno a uma bela estrada que vai até São Miguel Arcanjo onde posso fazer o motor respirar mais leve e de quebra mais resfriado. A temperatura agora subia mas era pelo sol já alto e o asfalto cada vez mais quente, era hora de acelerar, “eu tô voltando pra casa”.

E assim foi, mais um trecho novo desvendado, agora que venham outras viagens, e logo logo com o Pedro na garupa :).

Calendário 2012 Dezembro (Custom)

Calendário Junho 2012

Quase meio do ano  e o relógio continua a girar feito ventilador…

Neste mês teremos o Encontro Nacional da Lista Shadow nos dias 7, 8, 9 e 10 na cidade de Treze Tílias – SC,  e assim sendo, o calendário não poderia ser outro se não seguir o que diz o velho ditado:

                               “Mãe é mãe,  Moto é Shadow”

Let´s Ride!

Seo Craudio

Diário de uma Moto – HD Dyna Super Glide – por Japa Loko.

Diário de uma Moto – Parte 1

Ola!

Meu nome e Flecha Prateada (nome estranho que me deram…)
Na verdade sou uma HD Dyna Super Glide (FXD para os mais íntimos) e sou a mais nova companheira de estrada do Japa Loko (kkkk…….. Que nome mais estranho ainda!!!).

Na verdade eu estava muito entediada e enclausurada sem direito a rodar na estrada, coisa que eu fui feita para fazer.

Eu tenho três anos de vida mas o meu ex-companheiro nunca me levou para passear. Imagina que eu rodei só 1.373kms até agora?
Ontem me apresentaram meu novo companheiro de estrada e saímos da loja para a Liberdade.
Primeira aventura foi andar no transito parado de Botafogo até Tijuca no Rio de Janeiro numa sexta-feira a noite… Foram 15kms de muita tensão mas finalmente depois de 45 minutos chegamos na Tijuca.

Sabado (10/03/2012) saímos cedo para um passeio (ah… quanto tempo não andava nas estradas que é a minha especialidade), pegamos a estrada e fomos nos conhecendo melhor um ao outro e até tiramos foto na divisa do Rio x Sampa.

Esse tal Loko realmente gosta de andar de moto pois no primeiro dia já andamos 1/3 de kms que fiz durante três anos.

Depois de exatas cinco horas de viagem chegamos na maior cidade do Brasil passando pela abençoada  Aparecida.

Tiraram algumas fotos minha e disseram que vão mostrar aos amigos da Lista Shadow 600.
Amanha terá mais uma motocada de quase 500kms até a Tijuca, na cidade maravilhosa……
Bem é isso ai ! Quem quiser me conhecer que pegue as suas companheiras e rodem com o tal to Japa Loko neste pais continental que é o Brasil!

Diário de uma Moto – Parte 2

Olá !

Aqui a Flecha Prateada escreve a segunda parte da aventura do FDS…..
Domingo antes das 13:00hrs saímos de Sampa rumo a Tijuca, RJ, e foi onde tomei o primeiro banho de chuva pelas estradas…… Estou até imunda mas com a alma lavada.

Foi muito bom essa motokada com chuva em alguns pontos da Carvalho Pinto e Via Dutra, e depois de cinco horas chegamos ao RJ, e confesso que estou meio exausta de tanto asfalto em dois dias, mas isso foi muito gratificante, afinal acho que me fabricaram para isto né ?

O meu novo companheiro me disse que eu sou muito diferente da Pérola Negra ( a ex dele……).

Está com sorriso orelha a orelha e acho que tenho uma parcela de participação desta empreitada… Como disse ontem, nunca havia andando tanto em tão pouco tempo, somando ontem e hoje rodei 887 kms o que foi um recorde!

Agora estou mais experiente nas estradas com 2.276kms rodados, mas tenho de me preparar, pois me avisaram que o meu companheiro andou mais de 100mil kms com a ex-dele, a Perola Negra… Será que vou aguentar andar tanto assim ?

Ah, em Sampa o Japa nem levou a Fatima (a Patroa) para passear comigo (ele me disse que o meu banco é muito desconfortável…) mas ela tirou uma foto comigo!

Beijos e abraços para todos os amigos do Japa….

Ps. Quando que poderei motocar de novo ???

%d blogueiros gostam disto: