Shadow 600 – todas iguais, mas todas diferentes.

Queria falar sobre a querida Honda VLX 600 popularmente conhecida como Shadow 600, no entanto nosso amigo e também colaborador aqui do blog, o Pirex, fez um post no Diário de Bordo falando tudo sobre a moto, restando a mim então, falar do lado mais poético da coisa.

Como bons latinos, somos miméticos, e a moto deixa de ser apenas um motor com um monte de aço cromado e se transforma em gente, em uma mulher é claro. Para alguns mais ainda, ela é uma amante, onde a esposa sempre a vê com desconfiança e ciúmes. Para outros ela é parte da família, onde todos participam e disputam para ver com quem ela fica no final de semana.

Por onde ela passa ela encanta. Com proporções bem equilibradas, nem grande nem pequena, feita sob medida para quem quer ver o mundo mais devagar, não pela velocidade em si que sabemos não é seu ponto mais forte, mas sim por ela ser parte da paisagem. Possuidora de uma das mais belas traseiras que deixa amostra um largo pneu reforçando que é feminina sim, mas é valente e segura.

Eu tive o prazer de ter duas, a Duka e a Dukatchu, que acabei rebatizando depois de uma pequena customização, passando a ser a Monstruada.

Os nomes variam desde musas do cinema ou grandes guerreiras, ou ainda homenagens a vizinha que o cara sempre quis levar para passear tipo a Ana Júlia, manja? Teve a famosa Benedita, a milagrosa Bibiana, ou ainda a Ferrari metida que só. E a Íris ? Maluqinha… Tem a ComCerva e a Chica ambas muito bem cuidadas por seus donos. A belíssima Violeta, a forte Valentina.  A Samambaia, tadinha, nunca sai da garagem, quase uma donzela, mas a Donzela mesmo é donzela só no nome pois a menina na verdade era bem rodada… Tem alguns que são mais explícitos e já avisam: o nome dela é Chromosexual vai encarar? Outras nasceram para ser princesas igual a Blue Princess, ou simplesmente Black. Teve uma que realizou um sonho : Yellow Dream. Tem a de nomes fortes como: Eleonor, Luíza e Ferradura?🙂. Apareceu uma tal de Chispita que era bem amiga da Nikita. E para completar uma tal de Zoiuda e uma toda especial em homenagem as grandes jornadas noturnas: a Yaci.

Enfim, amante ou não, na verdade a Shadow é ou foi a nossa grande companheira. Nela e com ela, compartilhamos os nossos mais profundos segredos. É onde contemplamos os mais belos finais de tarde com o sol e o céu azul refletindo em seus cromados carregando nossas baterias. É com ela que vamos ao encontro dos amigos, e foi com ela que eu ganhei o mundo.

Desejo a todos então, um Feliz Natal e um Super 2009 com muitos e muitos quilômetros a serem conquistados.

Seo Craudio

ps- caso queira que sua foto faça parte deste painel, envie-a para claudiomdsilva@gmail.com

16 responses to “Shadow 600 – todas iguais, mas todas diferentes.”

  1. rava says :

    Shadow 600.

    Amor, Paixão, Tesão, Superação.

    Para alguns, uma fase. Para alguns, a fase.

    Mas, para todos, moto.

    mãe é mãe
    lista é shadow.

  2. EL GDM says :

    Salve, SeoCraudio!

    Parabéns pela coletânea, trabalho e esforço, mano.

    Agora, pô… AMARELA? Fala sério…

    Abraços e boas festas,

    EL GDM

  3. Mamute says :

    Crauduxo, que show… parabéns… em poucas palavras vc conseguiu definir o tesão que é ter uma shadow 600…
    Abraços e feliz natal a todos!!

    Mamute

  4. cadastro says :

    Xou de Bola

    A Monstruada fez mesmo história… até ser levada pelos amigos do alheio

    abrçs

  5. Perez says :

    Craudião….xdb o txto e as fotildas….
    me deu vontade de comprar uma xédou…..rs….
    Forte abraço e Feliz Natal aos Moreira da Silva.

    ZerepS

  6. Avelino Cassol says :

    Grande SeoCraudio!

    Parabéns pela idéia e melhor ainda pela concretização. Muito bom mesmo

    Abração

    Avélinho

  7. Piréx says :

    Porreta, Duxo. Nota 10.

    Abração!

  8. Mazzo says :

    Parabéns, Duxo…

  9. Coelho says :

    Sem palavras…
    Vindo de você, não poderia esperar menos que isso…
    Abraços

    Coelho Fat Brother

  10. SombreroS says :

    XDB. Um viva para a moto que nos uniu.

  11. Seo Craudio says :

    profundo isso. Viva !

  12. blogdotiozinho says :

    O Fusca fez história, e nas duas rodas, quem fez e ainda vai fazer é a Shadow 600.

    Já rodei 160 mil km nelas, e ainda não senti a menor necessidade de trocar.

    Parabéns pelo trabalho “histórico”, caro Careca !

  13. Beltran says :

    Aouuuuuuuuuuwwwwwwwww Crauduxo.

    Muito mais do que um belo texto e belas fotos…Tudo isso nos proporciona ótimas recordações.

    Grande abraço.
    Beltran

  14. Celso Andre Woiciechovski says :

    Shadow- LIberdade, Aventura, Shadow, moto/prazer liberdade e aventura,

  15. ITAMAR ALVES says :

    ACABEI DE FAZER UMA VIAGEM EM MINHA SHADOW 600 2003 SAI DE IMPERATRIZ MA ATÉ CAMPINA GRANDE PB. E EM CAMPINA GRANDE FUI A JOÃO PESSOA EM 15 DIAS RODEI 4.229 KM. FOI PURA ALEGRIA, SHOW DE BOLA, A MOTO É SIMPLESMENTE MARAVILHOSA Ñ VEJO A HORA DE REPETIR A MESMA VIAGEM EM 2014 ABRAÇOS A TODOS.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: