Primeiras impressões com uma Fat Boy – por Mazzo

fat-boy-20081

  • Grupo (r)Izzo.

É uma verdadeira LOSTA. Mau atendimento, desorganização, não te dão nada. Já comprei moto zero km na orrorhonda e ganhei capacete, luva, etc. Já comprei moto zero km yamarrraa e ganhei capacete e brindes. Comprei um harlão de 55 paus no grupo (r)Izzo e sabe o que eu ganhei?  Um adesivo da Harley bem feinho….

dsc08241

Primeira revisão

Liguei na segunda feira e digo pro cara “do pós-venda” que vou levar na terça pra revisão e pergunto se precisa agendar, pois quero pegá-la na quarta-feira. O cara respondeu que não precisava agendar e podia trazer. Não pude levar na terça, então fui lá na quarta. O cara disse que não poderia pegar a moto porque estavam cheios de serviço, só poderia agendar comigo para a próxima terça-feira.

MANDEI O CARA TOMAR … !!!

_ Você não disse que não precisava agendar? Como que agora vc quer agendar para a outra semana?

_ É que apareceu uns serviços, e tal e tal e tal….

Falei pro cara me dar o telefone da Harley de Sampa para eu agendar a revisão lá. Aí ele pediu para eu esperar que ia falar com o gerente. Voltou depois de uns 15 minutos dizendo que ia pegar a moto, mas só poderia me entregar na sexta.

Tá bom então, pra não perder a viagem, que vá. Falei pra ele fazer o balanceamento das rodas e mais algumas coisinhas. Não preciso nem dizer que não fizeram yorra nenhuma, colocaram um filtro FRAM, cobraram tudo e até a mão-de-obra que não é gratuita. Resultado R$ 600,00 pela revisão de 1.600 km (uma milha). Semana que vem vou ter que levar lá novamente para eles fazerem o balanceamento e talvez conseguir pegar a Nota Fiscal da revisão que não dava pra imprimir sei lá porquê e só vai dar pra imprimir daqui a não sei quanto tempo.

Ainda bem que as revisões são de 8 em 8 mil km e a garantia é de 2 anos.

dsc08250
 

  • Vamos falar do que interessa, da moto:

Yuta queus pariuuuu !!!! Que motaça !!!!

Não é a toa que os Americanos tem 105 anos de experiência e sabem o que fazem. Você liga o motão e já sente um “arrepau no piu” só de escutar o motorzão. Engata a primeira, muito macia por sinal e arranca. Primeiras tocadas vc já sente que não está sobre qualquer moto, você tem um maquinão para andar. É meio pesada, quase 350 kg, mas também não é de “prástico” igual as Hondas, Yamahas e Suzukis. A moto é de ferro mesmo, até os paralamas, ou seja, moto forte, rígida, igual ao dono.🙂

dsc08237

Aí vem as primeiras motocadas com os amigos na estrada (Shadow e Drag). Os caras sofrendo igual puta nova quando pega o primeiro pauzudo. Berrando e com a cara toda apavorada para rodar a 120 km/h e o motorzinho trabalhando na última que parece que vai estourar. Enquanto isso o MAZZÃO vem atrás dando rizada e empurrando os caras ainda em 5º marcha. Vem uma descidinha e os caras chegam nos 130 ou 140 km/h. Mazzão põe 6ª marcha e a gordinha parece que diz pra mim: AGORA VAI !!!! E trabalha com o motorzão sobrando potência, bem silencioso E SEM TREMER NADA.

dsc08432

A moto começa a dizer: VAI MAZZÃO, VAI MAZZÃO…. enrola esse cabo aí porra. Mas não dá, lá na frente vai uma Shadow e uma Drag se esfacelando toda pra chegar nessa velocidade. Aí o Mazzão baixa novamente pra 5ª porque o Harlão já começa a tossir: OU ENROLA O CABO OU BAIXA MARCHA PORRA!

Em alguns testes que eu fiz dá pra rodar tranquilo a 120 km/h em 5ª. Se colocar 6ª, é melhor andar acima de 130 km/h. 140 km/h é o ideal pro motor trabalhar tranquilinho. Sem contar que a posição de pilotagem não te deixa daquele jeito que o ventão vem direto na cara e (pro mundo custom) e quer tirar o teu capacete. Dá pra rodar nesta velocidade escutando o Aifodi e sem forçar os braços.

PS. eu não uso bolha, se é pra andar com parabrisas, eu vou de carro, pelo menos tem limpador. Mas as minhas tocadas são mesmo na faixa dos 120 km/h, então nem vou precisar da 6ª marcha.

  • Estabilidade é a palavra

A moto é segura e parece que gruda no chão como nada igual no mundo custom. Faz curva na boa, deita bem e com segurança. Em paralelepípedos parece que vc nem está numa custom que fica pulando igual a pipoca.

A moto é muito macia. Os freios são bons, disco na frente e atrás, não chega a ser uma bike, mas para os padrões custom até que segura bem os 350 kg.

  • Consumo

Em todas as motocadas ela foi mais econômica que a shadow e a Drag. Em geral, a cada abastecida de uns 200 km, gastou 1 litro a menos. Em tocadas a 140 km/h a shadow e drag fizeram uma faixa de 16 ou 17 km/l e o harlão fez 18,5 km/l. Se rodar na faixa de 100 km/h passa de 20 km/l. Sem contar que tem um tanque de 19 litros que te dá uma autonomia de uns 300 kms. Tem odômetro parcial 1 e 2, hora e km que ela ainda faz com o combustível que tem no tanque.
Piscas: Não sei como eles fizeram isso, mas ele desliga sozinho depois da curva. Além daquele esquema que a Drag também tem de temporizador. 

  • Pontos fracos

Plataformas dianteiras: Eu não gostei, prefiro pedaleiras retráteis, mas isso eu vou dar um jeito já já.
Peso: Na cidade, em velocidades baixas é um pouco difícil e pesada para manobrar.
Tamanho: Não é moto pra cidade, o guidão te impede de pensar em pegar o corredor. Mas este guidão também vou trocar logo.

  • Acessórios

A vantagem é que tem TUDO O QUE VOCÊ QUISER. Tanto a própria Harley com acessórios originais como em muitas linhas paralelas. Se pensar um pisca com um puxado pra esquerda ou uma orelha levantada ou sei lá o quê, TEM. A desvantagem é que os acessórios são todos mais caros. Como a bolsa traseira que comprei em Sampa neste findi.

A da Harley é um pouco mais simples e traz as mesmas linhas do banco da Fat, mas é mais cara só porque é para a H-D. Acabei comprando a outra, que achei até mais bonita e junto com os alforges laterais no mesmo estilo da bolsa traseira.

  • Paradas no posto

Sempre vem a turma do pergunta-pergunta:

_Moço, é uma harley ???

Agora a resposta é:

_”É”.

_Quanto vale?

_Aaaahhhh uns 10 mil.

_Se tá brincando ?!?!?!

_ É isso mesmo, pode comprar.

dsc08254
 
Bom, por enquanto é isso. Ainda estou testando, mas como diz a lenda que ” A primeira impressão é a que fica !!!” Espero continuar com esta impressão. Depois de uns 40 ou 50 mil km acho que poderei dizer se presta ou não.
 
   
MazzoAbrax

http://mazzo.mazzorana.com.br/
Sem esquecer da velha história: A MOTO É BOOOOAAA, O PROBLEMA É QUEM REPRESENTA ELA NO BRASIL.

16 responses to “Primeiras impressões com uma Fat Boy – por Mazzo”

  1. Hugo says :

    Muito bom o teu artigo. Excelente.

    Comprei uma Dyna recentemente e nem cheguei aos 200km ainda… só na maciota. Motorzão espetacular!!!

  2. Raphael Jacinto says :

    Mazzo, parabéns pela moto… vou vender minha Padroeira para comprar uma dessas! rsrs.. Abraços pra você Mano gênio….

  3. Piréx says :

    Showwwwwwww de relato, Mazzo!

    E apareça por aqui para nos apresentar a motoca…

    Abração!

  4. r4f4 says :

    Como queria uma dessas hein…

  5. Waldir says :

    Ja te dei os parabenz pela moto, agora pelos comentários….Lembra-se ado lhe falei que agora voce tinha uma moto…Um puta abraço

  6. Tascão says :

    Tenho uma Fat Boy. Infelizmente so existe essa losta de revenda no Brasil. O atendimento é tudo o que falasse e um pouco mais. Mas a moto compensa. Abraço

  7. gabrielr says :

    nossa muito massa seu comentario da fet boy cara o pior que se vc for em qualquer lugar do mundo com uma fat boy sempre uma moto que chama muito a atenção com seu barulho inesquessivel

  8. Rick says :

    Mazzo, muito legal seu comentário! Tenho tbem uma Fat 2007, e é um tesão. Nem BMW GS dá pau na motocona…duro é o puta vento na cara…rs
    Dica: a revenda HD em Campinas é menos escrota que essa que vc citou. Abração!

  9. Cris ruffino says :

    Concordo com voce meu amigo, Comprei uma e peguei no dia 2 de março, tenho a mesma sensação, mesmo assim nado nela todos os dias aqui em sampa e ando nos corredores dos carros tmb (com um pouco de cautela é claro) os motoristas abrem caminhas entres os corredores para ver a moto e não tem um que não olhe. em relação ao representante da marca, logo, logo a casa cai, a harley está com uma batalha na justiça contra o grupo izzo e pelo que está rolando aqui pelo mercado motociclista é que já tem um nome muito forte que está querendo pegar a marca e tenho certeza que se esse cara pegar, muita coisa via mudar. caso queira eu te mando o link da matéria que foi postada no ESTADÃO – segue o link – http://economia.estadao.com.br/noticias/not_10669.htm

  10. Cris ruffino says :

    Agora vai melhor o atendimento por causa disso, no dia que eu fui na loja ver o processo de liberação da minha moto – tinha um cara da HD Americana na loja e os caras meio malucos. Ahahaahhhah

  11. breno says :

    estou para comprar uma zero, fatboy, minha duvida e andar na cidade, e como dizem alguns, “o esquenta saco”, refrigeracao a ar nao e suficiente no calor do asfalto no rj,,,e verdade. Outra duvida e que bate a pedaleira nas curvas, O Mazao, disse que deita nas curvas….sera!!!! Tbem o freio nao segura mto o peso da maquina, a tremedeira, mas como foi dito, e silenciosa e macia, enfim sera que vale a pena comprar. Tenho amigos que compraram e acham um boa porcaria outros adoram. E bem verdade que o icone infuencia mto, ja tive um land rover 10 anos desde de zero andei 250 mil km, e ainda estava zero, mas tem mtas limitacoes. Obrigado a todos que puder fazer algum comentario agradeceria

  12. Rodrigo says :

    Impressionante é ler um comentário de um babaca reclamando que não ganhou brinde. Ganhar o que seu idiota, ninguém dá nada pra ninguém seu palhaço, está incluso no preço. Se ele não te deu nada é porque o preço já era o melhor. É como eu sempre digo, tem gente que gosta de ser enganado mesmo.
    Do resto a moto é fantástica mesmo, já estou na minha quarta Fat Boy e não tenho do que reclamar, inclusive fiz uma viajem pela América do Sul com mais 8 motos e não tivemos nenhum problema com elas, apenas troca de óleo e pneus.

  13. Fabio Murakami says :

    Gostei dos comentários e das citadas “Arrepau no pio” do carasco essa. Mas falando serio sonho em comprar um harley, mas cada vez que vejo os classificados tem um “bando” vendendo harley com baixa kilometragem e tal, mas se são tão boa assim porque eles querem se desfazer dessa maquina?

    Abraços e Parabéns.

  14. Antonio Wisdamy Pinto Saraiva says :

    Estou iniciando com uma FAT BOY. Comprei há uns dois meses e estou me programando para viajar. Já andei em Recife com uma XL, honda há muitos anos, (nem dá para comparar é só um relato), então me assustei com um queda que levei. A moto era nova, mas mesmo assim a corrente saltou, estava a uns 90 km/h e não tinha como não cair, pois travou a roda, provavelmente não dei a manutenção adequada e à tempo. Agora é uma outra história. A Fat é bela, é a moto, é a história, é um estilo de vida: liberdade, força, imponência, natureza e humildade, pois só queremos ver o mundo e as pessoas com aquela cara de surpresa feliz em ver a FAT passando. A alma fica leve quando saio por aí… É uma Harley..É a FAT BOY…É a moto… É a emoção. Viva a Harley Davidson, viva a FAT BOY, viva a vida…Abçs para todos.

  15. maninho says :

    maninho diz 06/06/2014 as 13;00 dia 22/05/2014 peguei aminha fet boy estou adorando amotoca e bruta mesmo sor e salgado as revisaõ de 1.600 km eles mim cobraram 850 dilma na aba dia 16;06/2014 vou testa ela pra uma viajem de saõ paulo a canpina grande pb eu e dona patroua o ano pasado nesta mesma data eu foi com uma dreg estar foi muito bom conportor muito bm agora com vou ver a fet boy saõ joaõ em canpina grande o melhor forro do mundo abrç a todos fiqui com deus

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: