Batman – O Cavaleiro das Trevas ?

Acho até que já saiu de cartaz do grande circuito, mas não quero deixar de comentar sobre Batman – The Dark Knight.

Assistir aos filmes do Batman é quase obrigatório, e para quem nasceu na década de 60 mais ainda… alias talvez esse tenha sido o meu problema…

O filme não chega a ser horrível, nem medíocre ao extremo, mas poderia ser bem melhor, pelo menos para honrar o que foi prometido pelas exaustivas campanhas publicitárias.

Batman de Tim Burton era melhor, já o Batman de Nolan quase um lixo (piorei a cotação).

Tem na fotografia, a meu ver, seu ponto mais forte. Mistura de real e surreal com a maravilhosa cidade de Chicago de pano de fundo transformada em Gothan City, mas peca e muito no roteiro.

O filme tem quase 3 horas (quando a gente não gosta de algo a gente exagera), sendo que bastava metade disso para dar conta da história que parece que acaba no meio. Pode-se dizer que são dois filmes em um (pensando assim até que é lucro), e com isso o filme cansa. Num certo momento até procurei o controle remoto para avançar ou mudar de canal… uma pena, não achei.

Soma-se a isso as interpretações no mínimo bizarras; primeiro do Christian Bale, se já não bastasse a cara de babaca para piorar quando veste a super capa fica com uma voz arroucada… 

E sua babaquice não fica só na cara não, estrapolou as telas, pois na vida real acabou espancando a mãe… a irmã, a tia, a vizinha, e até o coitado de um gato que passava pela rua…

_Santa Ignorância Batman, diria o sãopaulino do Robin.

Depois Michael Caine. Caceta, concluo que realmente o dinheiro compra tudo meeeesmo…

E o Morgan? Putz, será que já não deu para ele esses papéis de senhor supremo da sabedoria e esperteza?

O Coringa, para mim é o ponto alto do filme, pois foi muito bem interpretado por Ledger, que poderá até levar o Oscar póstumo. Chega a salvar em muitas partes o filme. Dizem as más línguas que ele morreu de overdose por causa das exigências do diretor… mas acho que foi logo após assistir a gran première… e foi de vergonha mesmo… vai saber …

E a cereja do bolo ? (não vou nem comentar sobre Aaron Eckhart, ele fica melhor vendendo cigarros), mas voltando, a cereja do bolo é ela : Maggie Gyllenhaal.

Como pode ?

“Uta mina feia meu”. Sério, me perdoem, mas a pobre da Magie nem bunda tem, fora a cara de cachorro, que a todo tempo me fez lembrar do Coronel Cintra de Patópolis… seria ela filha dele ?

Diante de tanta desgraça duas coisas legais:

– o Batmóvel, ou melhor o Tumbler, que poderia se chamar Bat Urutu Móvel e a super bike do verdadeiro herói : o dublê, esse sim, pois foi o único que teve coragem de pilotar aquela coisa sem estrutura, que em movimento balançava mais que a moto do Pilão, mas o visual dela até que era bacaninha. (falei da moto para ficar dentro do contexto do blog).

Diante de tudo isso recomendo que: se ainda não assistiu, assista. Já disse isso lá no começo, “é quase que obrigatório”, mas antes leia este texto de João Pereira Coutinho, colunista da Folha, do qual compartilho em 100% :

“…com Batman e Coringa juntos, nenhum adulto equilibrado vê um super-herói e um super-vilão. Vê, simplesmente, dois dementes em pijamas que fugiram do asilo da cidade.”

E para fechar bato palmas mesmo para o Kubrick, que usou com maestria em Laranja Mecânica, o recurso de Cuecas sobre a Calça como uma forma de ridicularizar os super-heróis, (alias o Kubrick tomou o cuidado de deixa-los “super dotados” se vocês entendem o que eu digo…).

abraços

Seo Craudio

 

7 responses to “Batman – O Cavaleiro das Trevas ?”

  1. nehemias says :

    Caramba, como você conseguiu achar tanta coisa ruim em um filme tão bem feito? Não entendi mesmo esse texto. E olha que nem sou muito fã do Batman. E ainda pôs uma foto ridícula da Maggie Gyllenhaal, como se a atriz se resumisse a isso. Digitando no google o nome dela, a maioria das fotos que aparecem são boas. Enfim.

    • Seo Craudio says :

      rs… pois então, imagine eu que sou fã do homem morcego desde quando eu tinha cabelo. Por isso a decepção com o filme. As atuações são péssimas, e isso é culpa do diretor, o filme é longo cansa, e olha que eu assisti em um cinema confortável. Quanto a Gygy, vou te dizer uma coisa, maquiado até eu sou lindo.🙂
      Abraços e obrigado pela visita, volte sempre que puder.

      Seo Craudio
      p.s.: aproveite e veja sobre “once” e “brilho eterno de uma mente sem lembrança”

  2. Corto Maltese says :

    É bom mesmo era o Batman do Tim Burton, com um Bruce Wayne que não é playboy e qualquer idiota saberia que é o Batman, um Coringa que mata os pais do Batman (!), um roteiro cheio de furos e NADA fiel ao quadrinho que originou o personagem.

  3. Thiago says :

    Ah para ne…naum gostar do filme tudo bem, mas colocar falhas escrotas onde naum tem é falta do que fazer.
    Até os maiores criticos do cinema elogiaram a obra. O filme é grande, mas muito bem desenvolvido. As coisas que vc citou simplismente naum tem um fundamento concreto. Cristian Bale interpretou muito bem, basta ver a diferença entre os 3 pesonagens que ele faz….o Bruce ”playboy”, o batman e o verdadeiro Bruce nas cenas em que ele fala com Rachel ou com o mordomo por exemplo.
    Quanto a aparencia da atriz, isso é apenas um detalhe, pois não adianta nada ser linda mas não conseguir transmitir nada com o presonagem…basta comparar essa Rachel com a do Batman Begins. Maggie Gyllenhaal deu muito mais vida e carisma para a personagem.
    Enfim, eu poderia citar aqui varios outros pontos otimos do filme, (como a atuação de Heath Ledger que vc mesmo citou) mas demoraria muito evidentemente.
    Sério cara, existe uma grande diferença entre ”critica” e ”falar mau”
    se vc naum gosta do filme, otimo, mas na próxima procure argumentos reais, ou guarde sua opinião pra si próprio.

  4. Diogo Cunha says :

    Tenho receio de te convidar para assistir um filme q eu goste agora! hiuaahuahiua
    Diga q, pelomenos, vc gostou de watchman!
    Eu tenho o quadrinho original em casa se vc preferir! hahaha

    • Seo Craudio says :

      ahahah. Pô sacagem. Acho que o grande barato da vida, são as opiniões divergentes.
      Na linha “Marwels”, The Amazing Spider Man é nota 10, ainda, Capitão América, me transportou para minha infância, onde eu corria nas ruas com uma tampa ou de lixo ou de panela da minha mãe…kkkk
      E Watchman é sensacional.
      Abração

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: