São Francisco do Sul – um sorriso de cidade

A definição “um sorriso de cidade” faz jus à São Chico como é carinhosamente chamada.

São Chico é daquelas cidades que a gente chega e parece que os relógios pararam. Banhada pela Baía da Babitonga e rodeada de outras tantas ilhas e está localizada a apenas 50km de Joinville.

Tombada, é a 3° cidade mais antiga do Brasil, descoberta pelos franceses mas colonizada pelos portugueses tem em seu centro histórico casarões com mais de 100 anos.

Com muitos pontos turísticos como o Mercado Publico Municipal construído em 1896, ou o Museu Histórico, como uma das mais antigas construções da ilha datada do final do século XVIII, onde já foi a  Câmara dos Vereadores e a  Cadeia Pública servindo de prisão a lideres revolucionários por ocasião da Guerra do Contestado. Tem ainda o Museu Nacional do Mar, primeiro do gênero no Brasil, inaugurado em 1992, formando um conjunto de núcleos dedicados a pesquisas de acervos, incrementando, valorizando e divulgando a cultura ligada ao mar. Em seu acervo consta a embarcação a remo PARATI I, doada por seu proprietário, o navegador Amyr Klink, que a utilizou na sua histórica travessia do Atlântico em 1984.

Tem ainda o Forte Marechal Luz localizado ao norte da ilha, a Igreja Matriz Nossa Senhora da Graça, que tem como curiosidade a argamassa utilizada na construção composta de cal de concha, areia e óleo de baleia.

E tudo isso pede caminhas sem fim pelas ruas estreitas de paralelepípedo, onde pode-se do nada deparar com, por exemplo, uma aula de chorinho, ou ainda sentar para tomar uma cerveja ou um cafezinho ouvindo as histórias dos moradores que nos tratam sempre com sorriso aberto, nos deixando a vontade, alias com vontade mesmo… vontade de não vir embora.

Abraços

Seo Craudio

quer ver onde fica ?

fica aqui ó

One response to “São Francisco do Sul – um sorriso de cidade”

  1. Kleber Diabolin says :

    Aiiiiiiiiii que liiiiiiiiiindo, Craudião!!!

    E que bela montagem de vídeo e fotos. Fiquei com vontade de voltar lá para ver essas maravilhas todas, hehehehe.

    E, apesar desse espetáculo da natureza e do prazer que é pilotar uma motocicleta, seguramente a melhor parte fica sempre para o reencontro dos amigos.

    Foi XOU, XOU, XOU.

    Grande abraço, mermão.

    Kleber Diabolin
    http://www.kwriter.com.br/ojardimdodiabo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: